BIBLIOTECA

01/10/2014 - 13:45 - Por Priscilla Ataide

Separating Myth from Reality

Wardie Leppan, Natacha Lecours e Daniel Buckles

A maior parte do tabaco do mundo é produzida em países de baixa e média renda. A fim de dissuadir esses países a implementação de políticas destinadas a reduzir o consumo de tabaco (tais como aumento de impostos, advertências sanitárias, proibições de publicidade, e ambientes livres de fumo),a indústria do tabaco alega que os produtores de tabaco seram afetados negativamentee que não existem alternativas viáveis ​​e
sustentáveis​​.
 
Este livro, com base em pesquisa original de três continentes, expõe os mitos por trás dessas afirmações.
 
O cultivo de tabaco e, particularmente, produtores de tabaco têm sido e continuam sendo usados pela indústria do tabaco para retardar e até parar completamente progresso no controle do tabagismo . Isto foi conseguido em grande parte através habilmente mensagens embalados que construíram o mito de que o controle do tabaco é alvo cultura do tabaco e os agricultores.
 
O livro separa os mitos da realidade e contém fatos importantes sobre o controle do tabaco e cultivo de tabaco, bem como o fato de que existem alternativas viáveis ​​para o cultivo de tabaco a International Development Research Centre (IDRC) tem estado na vanguarda deapoio à pesquisa operacional que está gerando o tão necessário evidências de que o controle do tabaco não se destina a cultura do tabaco ou agricultores.

Matéria completa
#
19/08/2014 - 16:13 - Por Priscilla Ataide

Revista Escola Superior de Advocacia

OAB São Paulo - 07/2014

Matéria completa
#
15/08/2014 - 11:01 - Por Priscilla Ataide

Tobacco Control Legal Consortium - 06/2008 - tradução Aliança de Controle do Tabagismo – ACTbr

O Veredito Final: Trechos do Processo Estados Unidos X Philip Morris é uma compilação de citações selecionadas dentre as 1.259 páginas de autos processuais num documento jurídico com mais de 1.700 páginas. Nosso objetivo, ao preparar essa compilação, foi extrair os trechos mais significativos do processo, de forma a tornar essa história direta e facilmente compreensível. O texto completo da Decisão Final do Tribunal está disponível em http://www.tobaccolawcenter.org/dojlitigation.html.

Tomamos o cuidado de transcrever literalmente todos os trechos, mantendo sua ordem cronológica dentro da sentença judicial. Em certos casos, para esclarecer a citação, inserimos informações adicionais entre colchetes, tais como o nome completo da empresa ou o título de um indivíduo. Ocasionalmente, foram feitas adaptações dos textos para as legendas das fotos. Durante o processo de compilação, usamos as seguintes convenções editoriais para as citações e fontes de referência.

Tobacco Control Legal Consortium - tradução ACT

Matéria completa
#
30/07/2014 - 15:36 - Por Priscilla Ataide

Tabaco, Tabagismo e Meio Ambiente: Estratégias da Indústria e Dilemas da Crítica

Sergio Luis Boeira - maio, 2000

RESUMO 

A questão central desta tese consiste em explicar as estratégias de modernização e crescimento global da indústria de tabaco (com destaque para BAT-Souza Cruz), considerando-se o contexto brasileiro dos anos 90 e a chamada epidemia mundial de tabagismo. Com este objetivo busquei apoio nas perspectivas histórica, sociológica, filosófica, médica, epidemiológica e ambiental, concebendo as estratégias das indústrias sob o contexto de três períodos do capitalismo e especialmente durante o capitalismo global. Várias entrevistas foram realizadas com empresários, técnicos da Souza Cruz, fumicultores (adultos e jovens), sindicalistas, técnicos de órgãos governamentais da área da saúde e da agricultura, parlamentares, líderes de ONGs, etc.

Utilizei a teoria do sistema global, de Leslie Sklair, além de contribuições de vários autores, principalmente Edgar Morin, Alberto Guerreiro Ramos e Boaventura de Sousa Santos. Procurei explicar particularmente as estratégias de marketing e tecnocientíficas das indústrias de tabaco, destacando sua crescente complexidade e implicações socioambientais, especialmente na região sul do Brasil, na qual a Souza Cruz estabeleceu o chamado sistema integrado de produção em 1918.

Este trabalho diferencia-se de abordagens que se concentram na produção e industrialização ou no consumo e seus efeitos, procurando estabelecer uma vinculação analítico-sintética entre tabaco, tabagismo e meio ambiente. Dois conceitos operacionais foram propostos: o de rede estratégica e o de rede multifragmentária. O primeiro permite examinar a dinâmica de atores sociais como as Corporações Transnacionais (CTNs) de tabaco, suas alianças com outras empresas, órgãos governamentais, ONGs, escolas, etc. Observa-se um intenso uso de tecnologias de comunicação, de tecnociência e marketing global nas redes estratégicas nas últimas décadas, concomitantemente a reestruturações administrativas, aquisições e fusões visando competição transnacional. Nesse processo de expansão mercadológica, tais redes entram em conflito com atores da sociedade civil, organizações religiosas, ONGs, governamentais e inclusive empresariais que também se articulam em forma de rede. Para examinar as iniciativas cidadãs contrárias, direta ou indiretamente, às estratégias das CTNs de tabaco, utilizei o segundo conceito - de rede multifragmentária. No confronto entre as duas redes, observa-se ampla margem de manobra das empresas, dadas as limitações da cidadania sob os diferentes Estados-nações. Entretanto, a assimetria de poder entre as redes é contrariada pela tendência de crescimento rápido das interconexões entre os atores sociais que compõem a rede multifragmentária, com aumento das possibilidades de conseqüências não premeditadas e mesmo imprevisíveis no complexo jogo de inter-retro-ações entre as empresas e seus críticos. Subjacente a este confronto há um outro entre dois paradigmas científicos: o que reduz e separa as disciplinas e o que as associa sem fundir, distingüindo-as sem separá-las.

Matéria completa
#